ASSUMIR OS CACHOS #TRANSIÇÃOCAPILAR

Por Mulher Antenadissima - terça-feira, julho 10, 2018

Oi antenadíssimas, tudo bem?

Depois de 20 anos usando alguns tipos de química no meu cabelo eu decidi voltar ao meu cabelo natural, minha mãe me levou para fazer meu primeiro relaxamento eu tinha 10 anos, infelizmente ela não sabia cuidar e nem tinha paciência para tal.
Dos 10 aos 17 anos usei relaxamento e permanente no meu cabelo até que com 18 anos conheci a progressiva e usei até os 30 até que em setembro de 2016 decidi para com sofrimento que era alisar a cada 2/3 meses, sim eu não conseguia ficar muito tempo com a raiz grande.

Na foto abaixo em 2015 loira e progressivada e 2018 meu cabelo totalmente natural


SOBRE A TRANSIÇÃO...

Acho que 99% das mulheres que conheço que passou pela transição concordam que não é FÁCIL, que é preciso ter PACIÊNCIA para enfrentar esse período. Eu por exemplo não consegui me adaptar as TEXTURIZAÇÕES e passei toda a minha transição (1 ano e 5 meses) usando chapinha, fazendo escova, babyliss e miracurl. E para atrasar mais ainda o aparecimento dos meus cachos usei 2 produtos que deu uma leve alisada neles ( se arrependimento matasse estava mortinha ), mas APRENDI muito com a minha transição, aprendi que eu posso ser eu com o cabelo que Deus me deu, aprendi que eu não preciso seguir os padrões de beleza impostos pela sociedade e que é necessário querer muito ter seu cabelo natural de volta e que tudo tem seu tempo e a mais importante não desistir do que eu quero.

Agora algumas fotos do meu cabelo na transição

Testando a texturização coquinho


Resultado desanimador

Cabelo com 2 texturas curto

Cabelo com 2 texturas médio


Minha última escova no cabelo nov/2017

Cabelo com 2 texturas com a finalização certa

Dicas de especialistas para passar pela transição capilar

 1. FIQUE LONGE DO CALOR DA CHAPINHA

Depois de um ou dois meses, é normal perceber que as duas texturas brigam entre si, o que pode ser um pouco frustrante. Logo, rola aquela tentação de recorrer a uma chapinha. Entretanto é importante se manter distante dos alisamentos, mesmo que temporários. Isso ajuda a ter uma real noção de como o cabelo ficará depois de alguns meses.


2. DUAS PALAVRAS: CONDICIONADOR LEAVE-IN
Tecnicamente, é apenas uma palavra que está em jogo: hidratação. Os cabelos cacheados ressecam com muita facilidade, por isso é imprescindível investir em um condicionador de tratamento profundo específico para esse tipo de fio. E não hesite em deixá-lo agir nas madeixas por cerca de 30 minutos, pelo menos duas vezes ao mês. As pontas quimicamente tratadas são extremamente frágeis, então você vai querer condicionar profundamente para evitar quebras e mantê-las nutridas.

3. PROTEJA O CABELO DURANTE A NOITE
Dormir com um travesseiro envolvido por uma fronha de cetim pode ser “milagroso” para os seus fios, ao contrário da fronha de algodão, a de cetim ou seda não absorve os óleos naturais do cabelo– o que significa que suas madeixas vão manter por muito mais tempo e com mais facilidade a hidratação e o brilho. Isso vai ajudar ainda a prevenir o frizz do dia seguinte.

4. DEIXE DE LADO ALGUNS PRODUTOS DE STYLING
A especialista reitera a importância de usar óleos com frequência – como o de oliva, coco, abacate ou jojoba – na raiz e no comprimento para estimular o crescimento e selar a umidade do fio. É de extrema importância manter certa distância de géis pesados e mousse, que só vão assentar o cabelo e pesar. Ao invés disso, experimente novos penteados e tire o melhor proveito dos cachos.

Agora é só seguir as dicas  da responsável por cuidar das madeixas de celebridades – Alicia Keys e Rita Hora confiam os seus cabelos nas mãos dela -, a hairstylist Cynthia Alvarez e assumir os cachos!

Não faça como eu que fiz tudo errado na minha transição!!!!

No próximo post vou falar sobre o tão temido bigchop.

Beijos


  • Compartilhe:

Você também pode gostar

0 comentários

Olá seja bem vinda!
♥ O seu comentário vale muito para nós do Mulher Antenadíssima! ♥

Obrigada pela visita e volte sempre!